Pin It button on image hover

Faça-Você-Mesmo com Container

Quantas vezes você já se deparou com um desafio de fazer algo por conta própria? Arrumar algo que estragou, fazer uma prateleira ou um móvel, reciclar alguma coisa e transformá-la em um utensílio ou fazer sua horta! São inúmeras as coisas que podemos fazer, no entanto, seria possível fazer uma casa?! A resposta é sim! Principalmente se ela for uma casa feita a partir de containers marítimos reciclados. 




Não é apenas uma casa container que pode ser feita. Pode ser feita aquela loja ou salão de beleza em frente ao terreno de sua casa que está sem uso e ainda mais se a sua rua ou bairro for movimentado. 

Alguns profissionais que estão iniciando na carreira (ou já maduros), tais como advogados, contadores,  corretores de imóveis, técnicos em informática, arquitetos, engenheiros e fotógrafos, por exemplo, podem utilizar pequenos terrenos para instalar seus escritórios/ estúdios container com design agradável e funcionais de forma econômica sem onerar seu fluxo de caixa inicial. 

O faça-você-mesmo é uma expressão comum utilizada para as pessoas que desejam tomar a frente em alguns projetos que, de alguma forma, são passíveis e possíveis de fabricação. Obviamente, que praticar o faça-você-mesmo em uma construção é um pouco mais difícil, no entanto, existem aqueles que ainda se arriscam para levantar um muro ou parede, fazer uma pintura, pregar e cortar algumas madeiras, trocar telhas, fazer uma instalação elétrica ou hidráulica. Todos nós temos um pouco deste espírito de fazer as coisas: por ser econômico, por ser um hobbie ou mesmo um desafio para nossa inteligência. 

Uma construção convencional requer muitas práticas, no entanto, a construção com container se difere desta por se utilizar estruturas modulares, sem a necessidade de cimento e areia, tijolos e massa corrida, por exemplo. Lidar com isto requer alguns conhecimentos específicos além da habilidade, pois é muito manual. Já com a arquitetura com container temos algumas interfaces nas quais lidar com elas é bem mais prático, pois se faz utilizando ferramentas e componentes construtivos padronizados nas quais devem seguir uma cartilha de instalação para dar certo. Com isto, torna-se muito mais fácil lidar com este tipo de construção e pessoas com alguma habilidade e vontade de fazer acontecer certamente terão sucesso. Um outro ponto é, se não tiver os equipamentos necessários ou habilidades necessárias para executar alguma das etapas construtivas ou de acabamento na construção com container, pode-se chamar profissionais que fazem de forma rápida e assertiva a atividade, com economia e sem atrasar as demais etapas. 

Se você tem mais interesse no assunto do Faça-Você-Mesmo com Container, acesse as dicas e cases disponíveis aqui (exclusivo para assinantes de Dicas ou Full). 

Um comentário:

  1. Sabemos que a mão de obra especializada é um problema em quase todas os segmentos do Brasil, mas com a grande exposição que os projetos feitos com containers vem ganhando, automaticamente a mão de obra tende a crescer.

    Quanto mais mão de obra tiver, melhor fica o mercado, pois não tenho dúvidas de que o mercado voltado para projetos habitáveis de containers vão crescer cada vez mais.

    ResponderExcluir